traduçao intersemiótica

 

Tradução intersemiótica pode ser definido como recriação de signos, de um sistema semiótico para outro sistema, de diferente natureza. Experiências de tradução intersemiótica, em dança, incluem exemplos de complexas recriações de Nijinsky e Petipa a Martha Graham e Pina Baush. A prática mais usual, entretanto, é trivialmente pautada por soluções baseadas no que pode ser chamado de “transposição ilustrativa” de temas e motivos. Contrapomos esta prática a duas modalidades de tradução intersemiótica: sobre estruturas e sobre procedimentos formais. 


Apoio à Pesquisa e Projetos Artístico-Educativos em Dança, da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB)