traduçao intersemiótica - teoria & modelo

 

 

A noção (tradução intersemiótica) foi definida pelo linguista Roman Jakobson (1959) como “transmutação de signos”, de um sistema semiótico em outro sistema, de diferente natureza. O poeta, tradutor e ensaísta Haroldo de Campos, em muitos textos, fez uso de diferentes expressões para designar uma prática criativa de tradução, atenta à materialidade do signo traduzido: transcriação (Campos 1972: 109; 1986: 7), transposição criativa (Campos 1972: 110), reimaginação (Campos 1972: 121), são algumas delas. Elas se refer,em a experiências de tradução interlinguísticas, mas podem (e é o que faremos com a idéia de recriação) ser aplicadas a casos de tradução intersemiótica.